Tecnologia da Informação - Lista por Data de depósito


Ir para
Resultados 1-20 de 20

Muniz, Montgomery Wellington; Carvalho, Rodrigo Almeida de (03-09-2021)
Trata-se de slides utilizados na ação educacional Transformação Digital no STJ: o que é e como aplicar, realizado para gestores e servidores do STJ, com o fim de apresentar aos gestores e servidores noções conceituais sobre o processo de transformação digital e informar como será possível chegar aos planos individuais de cada unidade, por meio de uma abordagem prática e usando exemplos de transformações já ocorridas no STJ.
Outros

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ); Coordenadoria de Auditoria de Tecnologia da Informação (CAUT) (22-05-2017)
Trata-se de recurso educacional aberto (REA) sobre o tema "Os pilares da segurança da Informação".
Outros

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ); Coordenadoria de Auditoria de Tecnologia da Informação (CAUT) (27-07-2017)
Trata-se de recurso educacional aberto (REA) sobre o tema "malwares".
Outros

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ); Coordenadoria de Auditoria de Tecnologia da Informação (CAUT) (2019)
Trata-se de recurso educacional aberto (REA) sobre o tema "Engenharia Social"
Outros

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ); Coordenadoria de Auditoria de Tecnologia da Informação (CAUT) (20-07-2017)
Trata-se de recurso educacional aberto (REA) sobre o tema "segurança de senhas".
Outros

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ); Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação - STI; Microsoft Brasil (03-2019)
Apresentação do Office 365 pela Microsoft, realizada no STJ, no dia 29/03/2019. Neste evento, foram apresentadas as funcionalidades dessa plataforma. O Office 365 é uma suíte de colaboração e comunicação, ferramenta que proporciona o trabalho remoto de equipes. A integração entre diversas ferramentas como o teams, sharepoint, power BI, forms, planner está, minuciosamente, demonstrada.
Palestra

Vieira Junior, Pedro Suares (2015)
TCC/Especialização

Bianchi, Luciano Henrique Teixeira; Fonseca, Jacqueline (2017)
TCC/Especialização

Barbosa, André Luiz dos Santos (2017)
TCC/Especialização

Secretaria Judiciária (SJD); Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ) (08-2018)
Texto descritivo da prática Anotação Automática de Impedimentos. Essa prática é uma ferramenta lançada em março de 2017 pela Secretaria Judiciária (SJD), em parceria com a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STI), capaz de reconhecer a maioria das situações impeditivas previstas em lei, a partir dos próprios metadados inseridos nos processos durante a autuação. A ferramenta foi concebida para funcionar com base em diretrizes objetivas e lança as ocorrências sem necessidade de análise humana. O sistema permitiu a atualização automática dos lançamentos de impedimentos dos processos em curso sem necessidade de deslocamento dos autos, e possibilitou a identificação das novas hipóteses de impedimentos previstas no CPC, a partir do cruzamento de informações entre os advogados e as sociedades de advocacia, mediante interação do sistema informatizado do STJ e da OAB.
Apresentação

Pereira, Wandson Sampaio; Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ) (13-02-2017)
Trata-se de slides utilizados na ação educacional Governança de TI com ênfase no Cobit 5, realizado para servidores da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) e da Coordenadoria de Auditoria de Tecnologia da Informação (CAUT), com o fim de apresentar os fundamentos e os conceitos básicos da versão 5 do framework Control Objectives for Information and related Technology (COBIT). A ação abordou: 1) Foundation Aspectos chaves do COBIT 5. - Princípios e fundamentos do COBIT 5. - Introdução para a implementação. - COBIT 5: Os processos do COBIT 5. - COBIT 5: Os componentes dos processos do COBIT 5. - COBIT 5: Avaliações de capacidade dos processos PAM (Process Capability Assesment Model). - Guia de preparação para o Exame Simulado. 2) Implementation 2.1 Posicionamento e Contexto da GEIT (Governance of Enterprise IT) O que é GEIT, sua importância e sua posição Princípios e habilitadores Potencialização do COBIT 5 e Integração de Modelos, Padrões e Boas práticas 2.2 Criação e avaliação do ambiente GEIT Criação do ambiente de mudanças Aplicação da abordagem do Ciclo de Vida de Melhoria Contínua Reconhecer pontos francos e eventos catalizadores Pontos fracos mais comuns Eventos catalizadores nos ambientes internos e externos Envolvimento do participante Reconhecimento das funções e requisitos dos participantes Participantes internos Participantes externos Garantia independente e o papel dos auditores Desafios e Fatores de Sucesso da Implementação 2.3 Capacitação da Mudança A Necessidade de capacitação da mudança As Fases do Ciclo de Vida de capacitação da mudança 1ª Fase — Criar o desejo de mudança 2ª Fase — Formar uma equipe de implementação efetiva 3ª Fase — Comunicar a visão desejada 4ª Fase — Capacitar especialistas e identificar resultados rápidos 5ª Fase — Facilitar a operação e o uso 6ª Fase — Incorporar novas abordagens 7ª Fase — Manter Tarefas, Funções e Responsabilidades do Ciclo de Vida da Implementação 1ª Fase — Quais são os Indicadores? 2ª Fase — Onde estamos agora? 3ª Fase — Onde queremos chegar? 4ª Fase — O Que deve ser feito? 5ª Fase — Como chegamos lá? 6ª Fase — Já chegamos lá? 7ª Fase — Como mantemos essa dinâmica? 2.4 Controle de Desempenho 2.5 Práticas e Atividades de Governança e Gestão 2.6 Funções e Responsabilidades.
Apresentação

Brasil, Superior Tribunal de Justiça (STJ); Coordenadoria de Auditoria de Tecnologia da Informação (CAUT) (2017)
Trata-se de artigo sobre segurança em dispositivos móveis divulgado no âmbito do Superior Tribunal de Justiça.
Artigo

Brasil. Superior Tribunal de Justiça (STJ) (09-02-2018)
Institui o Processo Ágil de Desenvolvimento de Software do STJ.

Ferreira, Leonardo Lessa de Farias (2014)
Analisa a Comunicação Pública que é, além de tudo, um mandamento constitucional. Os integrantes da Administração Pública tem o dever de manter a sociedade informada sobre o que faz para atender ao interesse público. O Poder Judiciário, como integrante dessa administração, também precisa manter a sociedade informada de seus atos. Uma das formas de se atingir este objetivo é através da internet, indiscutivelmente o meio de comunicação mais poderoso e utilizado nos dias atuais. Dessa forma, os sites dos tribunais superiores do poder judiciário foram avaliados com relação aos preceitos da comunicação pública.
TCC/Especialização

Pereira, Daniel Vernile (2014)
Apresenta a importância da qualidade no atendimento em TI e os desafios na manutenção de um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) de um órgão público. A implementação de um SGQ tem sido a melhor alternativa para organizações que buscam controlar a qualidade dos serviços prestados. Neste cenário, a norma ISO 9001 se tornou o padrão dominante e mais utilizado para alcançar essa meta. Este trabalho foi desenvolvido a partir de um estudo de caso realizado na Secretaria de TI do Superior Tribunal de Justiça, evoluindo para uma pesquisa ação onde o autor também participa das ações de melhorias implantadas. Primeiramente são apresentados os conceitos de qualidade, modelos de gestão da qualidade, histórico e evolução da ISO 9001 e as características do SGQ do órgão. Por fim é descrita a análise realizada pelo autor, as oportunidades de melhorias, o acompanhamento e resultado das ações implantadas. Conclui que um SGQ implementado, certificado e melhorado continuamente pode trazer benefícios para o órgão público.
TCC/Especialização

Freire, Vitor Dutra; Moutinho, Tânia da Silva; Paz, Leonardo Ramos (2013)
Enfoca a aplicação da Governança de Tecnologia da Informação no âmbito da Administração Pública Federal. O estudo se baseia na análise documental dos estudos de caso realizados pelo TCU nos anos de 2007, 2010 e 2012, e nas ações indutoras do Controle Externo realizadas pelo órgão para incentivar a adoção de boas práticas de Governança nos órgãos federais, comparando as boas práticas adotadas com aquelas recomendadas pelos principais modelos de mercado. O objetivo deste trabalho é apresentar o resultado dos três levantamentos de informações realizados pelo TCU, a situação atual da governança de TI na Administração Pública Federal, os avanços realizados desde que o TCU iniciou o seu estudo e os desafios a serem vencidos.
TCC/Especialização

Dourado, Adriana Coelho (2014)
Analisa que a fase de levantamento de requisitos é uma atividade extremamente relevante para que o desenvolvimento do software seja um sucesso. É imprescindível que haja um entendimento completo dos requisitos de software e como auxílio no processo de extração desses requisitos é fundamental a utilização de técnicas adequadas para esse levantamento. Serão apresentados os conceitos das principais técnicas utilizadas, baseados em livros de autores já consagrados. O estudo mostra que geralmente os clientes não têm segurança do que querem do sistema computacional, a não ser em termos muito gerais ou então, sabem e não conseguem transmitir para o analista o que querem. Costumam expressar os requisitos utilizando seus próprios termos e com o conhecimento relacionado apenas a sua área de atuação. Para colaborar nesse processo, a utilização das técnicas de levantamento ajuda o analista a descrever os requisitos do sistema de uma forma clara, concisa, consistente e sem ambiguidades. Nesta etapa, à medida que os requisitos são coletados, passam a ser documentados e deste processo resulta um documento preliminar dos requisitos do sistema. Por fim, o artigo informará que não existe uma técnica padrão para o processo de levantamento de requisitos, pois elas não são suficientes por si só. Existem inúmeras variáveis de complexidade, por isso esses métodos de levantamento de requisitos possuem vantagens e desvantagens e elas devem ser analisadas de acordo com o perfil dos usuários e o software proposto. Um levantamento de requisitos inadequado resulta em um diagnóstico fraco e sem conclusões, por isso é fundamental o conhecimento de várias técnicas, que utilizadas de forma combinada, irá ajudar o desenvolvedor a alcançar um levantamento de requisitos mais preciso.
TCC/Especialização

Moreira, Anete Cristina Gasparoto (2015)
Estuda a Emenda Constitucional nº 45/2004; o Conselho Nacional de Justiça e a informatização judicial. Coleta por entrevistas as impressões de um grupo de servidores da justiça a respeito das mudanças do processo físico para o processo eletrônico. Com a finalidade de averiguar a hipótese de aceleração da prática dos atos processuais, provocada pela informatização processual, trouxe efetividade ao processo judicial.
TCC/Especialização

Lima, Alexandra Gonzaga Junqueira Correia (2017)
Aborda a mudança das relações trabalhista decorrente do acelerado avanço tecnológico, trazem uma nova modalidade laboral que já está em pleno vigor por diversas organizações no Brasil. Este artigo tem a finalidade de analisar os benefícios ou malefícios da Lei nº 12.551/2011 que alterou a redação do art. 6º da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e normatizou uma forma de trabalho focada não mais em um limite rígido de horas semanais trabalhadas e sim na produtividade do empregado. Dentre os autores pesquisados para a constituição conceitual deste trabalho, destacaram-se Martins (2000), Amaral (2010), Oldoni (2009), Rocha e Muniz (2013) e Lima (2012). O objetivo geral deste artigo é analisar os benefícios ou malefícios da Lei nº 12.551/2011 que alterou a redação do art. 6º da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e normatizou uma forma de trabalho focada não mais em um limite rígido de horas semanais trabalhadas e sim na produtividade do empregado. A subjetividade da pesquisa fez com que a metodologia utilizada fosse descritiva e explicativa, quanto ao processo de construção das relações trabalhistas, e classificada como bibliográfica tendo em vista o exame detalhado de artigos, livros e periódicos objetivando um novo enforque e conclusões inéditas. O artigo chegou à conclusão de que a evolução é necessária, tanto no âmbito social, econômico, quanto ambiental tendo em vista que o Teletrabalho reduz a quantidade de profissionais transitando em veículos, próprios e públicos. No entanto, importa um contrato de trabalho bem estabelecido e claro, que respeite os benefícios sociais adquiridos como o descanso e intervalos do funcionário, além de uma força de vontade do funcionário em se afastar dos problemas domiciliares quando estiver se dedicando às atividades laborais.
TCC/Especialização

Rocha, André Resende (2017)
Apresenta analiticamente as etapas de um sistema de controle de datas automatizado sobre um estudo de caso real. O sistema se baseará na necessidade do Superior Tribunal de Justiça, local em que trabalho, para controlar as datas de pressupostos processuais que são os períodos em que as partes de um processo devem interpor petições. O sistema será composto de telas gráficas desenvolvidas em Java e um banco de dados implementado em MySql, onde serão armazenadas informações dos servidores credenciados à utilizar o sistema. A motivação para este projeto surgiu à partir da demanda dos próprios servidores que fazem a análise dos pressupostos processuais na sessão em que trabalho. Por demandar muito tempo e trabalho na análise não automatizada destas datas, perde-se muito tempo e menos processos são feitos por dia. Com a automatização deste processo a pretensão é que a produtividade aumente já que será mais rápido e fácil a analise dos mencionados pressupostos processuais. Por fim, durante o desenvolvimento do sistema será feita uma explanação sobre os recursos e tecnologias utilizadas no sistema assim como as tecnologias que não foram empregadas, mas que também poderiam fazer parte do projeto.
TCC/Especialização

Resultados 1-20 de 20