TítuloJustiça que tarda é fundamentalmente injusta
Autor(es)Ribeiro, Antônio de Pádua
Data de publicação2006
ResumoTrata o texto de entrevista concedida à revista O Magistrado, onde o Ministro Antônio de Pádua Ribeiro faz uma análise aprofundada do Judiciário brasileiro e do Conselho Nacional de Justiça, além de tecer críticas ao excesso de dispositivos contidos na Constituição.
AssuntosReforma do judiciário
Justiça
Nepotismo
Poder judiciário
FonteRIBEIRO, Antônio de Pádua. Justiça que tarda é fundamentalmente injusta. O Magistrado, São Paulo, ano v, nº 45, p. 8-14, abr./maio 2006. Disponível em: <http://bdjur.stj.jus.br//dspace/handle/2011/2699>. Acesso em: 3 out. 2011.
TipoEntrevista
Ao citar o item, usehttp://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/2699
Arquivo TamanhoFormato 
Justiça_que_tarda_é_fundamental_injusta.pdf88.73 kBPDFVisualizar