TítuloALCA: nada a temer
Autor(es)Martins, Humberto Eustáquio Soares
Data de publicação2006
ResumoDiferencia os que apóiam e os que combatem a Área de Livre Comércio das Américas (ALCA) como sendo basicamente uma questão de mentalidade. Aborda a questão do país, que ao se isolar, estaciona, reduz drasticamente seu comércio, não assimila os progressos feitos pelos demais, não progride em compasso com a necessidade de gerar postos de trabalho suficientes para o sustento de sua população. Exemplifica com alguns países que tiveram seu crescimento econômico e desenvolvimento social ao exigir livre acesso para seus produtos. Menciona o caso brasileiro, onde a disponibilidade de terra, o clima favorável e a existência de mão de obra propiciam condições para crescente produção e exportação de produtos agrícolas, carnes e o setor mineral.
AssuntosÁrea de Livre Comércio das Américas (Alca)
Produto Interno Bruto (PIB)
Desenvolvimento social
Crescimento econômico
FonteMARTINS, Humberto Eustáquio Soares. ALCA: nada a temer. BDJur, Brasília, DF, 2006. Disponível em: <http://bdjur.stj.jus.br//dspace/handle/2011/8867>. Acesso em: 28 nov. 2011.
TipoOutros
Ao citar o item, usehttp://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/8867
Arquivo TamanhoFormato 
ALCA_Nada_a_Temer.pdf22.04 kBPDFVisualizar