TítuloO Poder Judiciário: o que esperar do futuro
Autor(es)Direito, Carlos Alberto Menezes
Data de publicação2009
ResumoComenta que é indispensável que se fortaleça não apenas o conhecimento, mas também o preparo integral do Juiz. Ressalta que no STF, a reforma recente e possível trouxe algumas inovações que podem melhorar, a médio prazo, a quantidade de processos, assim, a súmula vinculante e a repercussão geral. Informa que o STJ dispõe de instrumento legal para impedir a pletora de recursos repetitivos. Relata que a descoberta dos meios eletrônicos abre novas perspectivas para assegurar julgamentos transparentes com maior agilidade, e que é necessário resgatar a respeitabilidade dos Juízes para que isso seja aceito e reconhecido como ganho para a sociedade. Alerta que se não criarmos mecanismos ágeis de julgamento, reduzindo formalidades, não teremos condições de melhorar a qualidade da jurisdição. Discorre sobre a atividade de conciliação por meio de juízo arbitral, principalmente nas atividades econômicas. Por fim, comenta que a Corte Suprema tem avançado nos seus critérios de interpretação na busca da concretização das normas constitucionais.
Notas- Texto de autoria de Ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça.
AssuntosPoder judiciário, competência
Função jurisdicional
Instância
Órgão colegiado
Juízo arbitral
Tribunal supremo, competência
Brasil. Supremo Tribunal Federal (STF)
FonteSuperior Tribunal de Justiça: doutrina: edição comemorativa, 20 anos. Brasília: STJ, 2009. p. 407-417.
TipoCapítulo de livro
Ao citar o item, usehttp://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/24548
Arquivo TamanhoFormato 
poder_judiciario_direito.pdf104.27 kBPDFVisualizar