TítuloA formação do juiz contemporâneo
Autor(es)Teixeira, Sálvio de Figueiredo
Data de publicação1997
1998
ResumoExplica que uma nova atuação jurisdicional é reivindicada devido as transformações ocorridas nos variados setores da sociedade, expondo que o Poder Judiciário não pode mais se manter eqüidistante dos debates sociais. Destaca, também, as conquistas e princípios que a Constituição de 1988 conferiu ao Judiciário acreditando na solução judicial dos conflitos sociais e atenta para a necessidade de possuir profissionais com uma formação especializada e adoção de métodos e critérios para seleção, formação e aperfeiçoamento daqueles que preencherão o quadro da magistratura. Conclui que o Judiciário deve assumir seu papel na construção de uma sociedade mais justa, solidária e fraterna, e que todos desejam eficiente e ágil.
Notas- Texto de autoria de Ministro do Superior Tribunal de Justiça.
- Disponível também na Ajuris, Porto Alegre, v. 25, n. 72, p. 47-57, mar. 1998.
- Trabalho apresentado, em 30.8.1997 no XIV Seminário Roma-Brasília (com dados atualizados).
AssuntosPoder Judiciário
Juiz, formação profissional
Magistrado, seleção
Escola de magistratura
Reforma judiciária
Cidadania
EditoraRevista dos Tribunais
EMERJ
Fonte- Revista de Processo, São Paulo, v. 22, n. 88, p.157-164, out./dez. 1997.
- Revista da EMERJ, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p.147-157,1998.
TipoArtigo de revista
Ao citar o item, usehttp://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/322