TítuloAmor tem preço?
Autor(es)Angeluci, Cleber Affonso
Data de publicação12-2006
ResumoAnalisa o caso em que o Superior Tribunal de Justiça decidiu, no julgamento do Recurso Especial n. 757.411-MG, pela impossibilidade de reparação por danos morais, configurada na ausência do pai no desenvolvimento do filho, negando-lhe a prestação afetiva. Aborda o poder familiar, afirmando que se caracteriza como poder-dever e deve ser efetivado por quem exerce a parentalidade no comando da família. Trata da dignidade humana e questiona o valor do amor.
NotasACESSO RESTRITO: em respeito à Lei de Direitos Autorais, trata-se de documento de uso interno do STJ.
AssuntosDano moral, Brasil
Abandono intelectual, responsabilidade, Brasil
Relações familiares, Brasil
Comportamento afetivo, Brasil
Princípio da dignidade da pessoa humana, Brasil
FonteANGELUCI, Cleber Affonso. Amor tem preço? Revista CEJ, Brasília, n. 35, p. 47-53, out./dez. 2006.
TipoArtigo
Ao citar o item, usehttp://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/39742
Arquivo TamanhoFormato 
Amor_tem_preço.pdf80.78 kBPDFVisualizar
Aparece nas coleções: