TítuloAdministração da justiça: responsabilidade compartilhada
Autor(es)Andrighi, Fátima Nancy
Data de publicação09-08-2004
ResumoTrata sobre a administração da justiça. Assevera que o Judiciário é a junção de juízes e advogados que compreendem um único ente e integram uma única instituição. Afirma que a iniciativa e o ativismo dos advogados, combinado com o ativismo dos juízes podem, unindo forças, dar ensejo à verdadeira e necessária Reforma do Judiciário, concitando os parlamentares a fazer com urgência a modernização das leis processuais. Enfatiza ser necessária a vontade política da cúpula dos tribunais e da cúpula das seccionais da OAB, no sentido de assumirem em conjunto um processo de reestruturação com o fito de alcançar-se a qualidade total, pari passu com o progresso científico-tecnológico. Comenta que a reciclagem do Judiciário é imperiosa e algumas providências só dependem de organização e determinação de seus integrantes – juízes e advogados – para que sejam observados os paradigmas do novo século. Ressalta que a responsabilidade compartilhada entre Juízes e Advogados na administração da Justiça, com o fito de formulação de práticas tendentes a agilizar a prestação jurisdicional, com certeza, abrirá portas de esperança para todos os segmentos sociais e, sem dúvida alguma, realizará o sonho de liberdade e de ampliação da cidadania.
NotasPalestra proferida na Ordem dos Advogados Mineiros, Belo Horizonte, 9 de agosto de 2004.
AssuntosAdministração da justiça, Brasil
Organização judiciária, Brasil
Poder judiciário, Brasil
Advogado, Brasil
EditoraCOAD
FonteANDRIGHI, Fátima Nancy. Administração da justiça: responsabilidade compartilhada. ADV Advocacia Dinâmica: seleções jurídicas, Rio de Janeiro, n. 8, p. 35-38, ago. 2004. Disponível em: 11 nov. 2011.
TipoArtigo de revista
Ao citar o item, usehttp://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/601
Arquivo TamanhoFormato 
Administração_Justiça_Responsabilidade.pdf103.77 kBPDFVisualizar