TítuloA tragédia nas estradas
Autor(es)Martins, Humberto Eustáquio Soares
Data de publicação2005
ResumoTrata de comentário a edição de jornal da imprensa, registrando números impressionantes de acidentes em estradas federais brasileiras, que mataram, mutilaram ou feriram milhares de pessoas, além de causarem prejuízos de R$ 4,8 bilhões ao país. Explica que os dados constam de estudo do Instituto de Pesquisas Rodoviárias e dois anos foram gastos no trabalho. Fala da negligência, de não se cogitar em tornar a legislação mais rigorosa para os que provocam os acidentes, nem de aumentar a fiscalização, tão pouco de evitar a comercialização de bebidas alcóolicas em postos de abastecimento ou reduzir a publicidade nas tvs, em proporções que induzem ao alcoolismo. Conclui, ressaltando os números adversos registrados no ano que passou, tento tudo para aumentar, enlutando famílias, inutilizando pais de família para o trabalho e sobrecarregando as estatísticas de aposentados precoces da previdência pública.
AssuntosAcidente
Instituto de Pesquisas Rodoviárias (IPR)
Bebida alcoólica
Rodovia, Brasil
FonteMARTINS, Humberto Eustáquio Soares. A tragédia nas estradas. BDJur, Brasília, DF, 2005. Disponível em: <http://bdjur.stj.jus.br//dspace/handle/2011/8888>. Acesso em: 24 nov. 2011
TipoOutros
Ao citar o item, usehttp://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/8888
Arquivo TamanhoFormato 
A_Tragédia_nas_Estradas.pdf20.99 kBPDFVisualizar