Produção Intelectual dos Ministros do STJ - Lista por Autor


Ir para: 0-9 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

ou entre com as primeiras letras:  
Resultados 1-20 de 92  Próximo >

Vidigal, Edson Carvalho (07-2002)
O Ministro Edson Vidigal fala sobre o voto e afirma que o povo é a fonte de todo o poder no Estado, pois é através do voto da maioria que se elege os que vão tomar conta do dinheiro arrecadado de todos. O autor fala, também, que se os cidadãos ficassem sabendo exatamente quanto pagam de imposto e passassem a se interessar pelo que andam fazendo os eleitos, estes poderiam de forma mais convicta e exigente, escolherem quem seriam seus representantes.

Vidigal, Edson Carvalho (2005)


Vidigal, Edson Carvalho (20-06-2000)
Discurso de despedida do cargo de Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no qual o autor fala da democracia, criticando a postura do povo brasileiro que se mostra indiferente a forma de governo de seu País. Critica, também, a falta de interesse dos eleitores em se envolver com os partidos políticos, pois são esses que escolhemos futuros executivos e legisladores do Brasil. Fala sobre o formato da Justiça Eleitoral, que ultrapassado, não se ajusta às novas responsabilidades constitucionais. Conclui dizendo que a democracia não se realiza sem a motivação cultural dos eleitores, sem a predominância da ética sobre a banalização na política, sem o aprimoramento da Justiça, sem a organização das comunidades contra a nossa estúpida concentração de renda, sem o combate firme à corrupção.

Vidigal, Edson Carvalho (1979)

Vidigal, Edson Carvalho (12-12-2001)
O texto fala sobre direito, democracia e justiça. O autor afirma que o direito não pode ser um privilégio nem de especialistas, nem para as pessoas que conseguem que as leis sejam interpretadas a seu favor, pois é um estado de democracia no sentido de que as normas legais destinam-se a proteção da pessoa humana. Alerta, também, que só com democracia o direito pode valer assegurando justiça e que para darmos valor ao direito e prestigiarmos a justiça temos que enfrentar a impunidade. Conclui dizendo que a democracia é uma miragem, pois a luta nunca acabará enquanto existir os arraiais da injustiça.


Vidigal, Edson Carvalho; Ribeiro, Antônio de Pádua; Carvalho, Gilda Pereira de; Rosas, Roberto (2005)
Descreve a sessão solene comemorativa dos quinze anos de instalação do Superior Tribunal de Justiça.

Vidigal, Edson Carvalho (01-12-2000)
Pronunciamento do Ministro Edson Vidigal no Seminário Nacional sobre a Eficácia da Lei contra Tortura, no qual o autor fala da tortura como sendo a violência mais degradante. Cita, também, a definição legal desse crime e conclui dizendo que não devemos nos manter indiferentes as situações de impunidade.

Vidigal, Edson Carvalho (2003)
Aula inaugural do curso de Direito da Faculdade de Imperatriz, no Maranhão, na qual o Ministro Edson Vidigal faz uma reflexão acerca dos elementos que concretizaram o Estado Democrático de Direito, que traz como marco distintivo do Estado de Direito, o princípio da liberdade. Analisa um conjunto de considerações demonstrativas que visam explicitar a opção do Brasil por um modelo de sociedade livre, justa e solidária, no qual a cidadania constrói-se pelo respeito à igualdade de direitos.

Vidigal, Edson Carvalho (2003)
O texto aborda a questão da reforma do Judiciário afirmando que essa reforma deve ser pensada num contexto mais amplo de reforma do Estado e que as modificações deveriam ser feitas nos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. O autor defende a reforma Política, faz críticas ao Legislativo e afirma ser o Poder Executivo o único, até aqui, que por conta de flexibilidades próprias, tem obtido alguns avanços na maneira de administrar, apesar de que ainda há muita coisa para ser feita.

Vidigal, Edson Carvalho (03-2005)
O ministro presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Edson Vidigal fala sobre a necessária presença efetiva do Estado para combater os grupos criminosos e lamenta que no Brasil é preciso que se ocorra crimes como a morte da irmã Dorothy Stang, 73 anos, missionária norte-americana naturalizada brasileira que atuava no Pará, para que haja mobilização no combate ao crime organizado.

Vidigal, Edson Carvalho (12-2005)
O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Edson Vidigal, em cerimônia de colação de grau dos formandos do curso noturno de Direito do Centro Universitário Euro-americano (UNIEURO), fez um discurso no qual defendeu um Judiciário menos moroso, mais ágil e mais fortalecido, capaz de garantir o cumprimento dos contratos, de assegurar a execução de suas decisões. Falou também do analfabetismo no Brasil e propôs um Poder Legislativo mais enxuto, com legitimidade e autoridade para exercer a sua principal tarefa.

Vidigal, Edson Carvalho (13-03-2002)
Discurso proferido pelo Ministro Edson Vidigal por ocasião de sua despedida da Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para se tornar Vice Presidente eleito do mesmo. O autor fala de sua trajetória política e do porquê de ter se tornado um juíz. Conclui o discurso dizendo que o seu melhor, a experiência e a força de vontade, estará sempre a serviço da causa da Justiça.

Vidigal, Edson Carvalho (12-2002)
Entrevista concedida pelo Ministro Edson Vidigal à revista Perícia Federal, da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais. O Ministro responde perguntas sobre a polícia federal, a rede de informação do crime, inquérito policial, o Poder Judiciário, a Estrutura Jurisdicional do Brasil e sobre o processo de votação eletrônica.

Vidigal, Edson Carvalho (08-2004)
O Presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Edson Vidigal fala da reforma do Judiciário, citando alternativas necessárias. Ressalta a importância do Conselho Nacional de Justiça, previsto na reforma e defende, também a súmula vinculante. O autor lembra que é importante que cada um faça sua parte a fim de que tenhamos uma justiça célere, eficiente e respeitada.

Vidigal, Edson Carvalho (19-02-2003)
O autor fala sobre a discussão no Judiciário se os saldos devedores dos contratos de financiamento imobiliário regidos pelo Sistema Financeiro da Habitação devem ser corrigidos ou não pela variação do BTN Fiscal. E de posse dos números da área econômica, expõe as conclusões a que chegou, sustentando a necessidade da Corte de Justiça corrigir, ainda em tempo, uma grande injustiça que pesa há mais de 12 anos sobre uma parte dos mutuários. Ele critica o ganho das instituições financeiras nesse tempo e conclui falando sobre os mutuários que tiveram que lutar na justiça pela recomposição do equilíbrio econômico-financeiro de seus contratos.

Vidigal, Edson Carvalho (2003)
Trata da história do voto e das eleições. Comenta a função social do voto e os benefícios da tecnologia de informática proporcionando segurança e confiança na manifestação dos eleitores sobre as demandas sociais e o dever do Estado.

Vidigal, Edson Carvalho (2004)

Vidigal, Edson Carvalho (16-04-2004)
Pronunciamento do Ministro Edson Vidigal, Presidente do STJ, em um encontro de empresários do setor do transporte para o lançamento de um curso de especialização em logística empresarial promovido pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e a Fundação Armando Alvarez Penteado (FAAP). O ministro cita a iniciativa da CNT junto com a FAAP que buscam outros centros para a difusão do saber e levam para outras regiões cursos de ponta. Não deixando, assim, que fique centralizado apenas nas regiões Sul e Sudeste. Faz, também, elogios a FAAP pela árdua tarefa de disseminar o conhecimento e diz que o Poder Judiciário tem que estar presente em todos os momentos importantes da vida nacional. Conclui dizendo que não devemos nos curvar diante dos problemas e sim buscar soluções para construir o País que pretendemos deixar para gerações futuras.

Resultados 1-20 de 92  Próximo >