Lista por Autor


Ir para: 0-9 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

ou entre com as primeiras letras:  
Resultados 95-114 de 251 < Anterior   Próximo >

Andrighi, Fátima Nancy (2004)
Trata, sob o enfoque jurídico e econômico, o conceito de consumidor direto, contextualizando-o, de um lado, com as duas escolas de pensamento formuladas sobre o tema, e, de outro, com os recentes avanços jurisprudenciais desenvolvidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Comenta que a Escola Subjetiva considera que a aquisição ou uso de bem ou serviço para o exercício de atividade econômica, civil ou empresária (CC/02, art. 966, caput e parágrafo único), descaracteriza requisito essencial à formação da relação de consumo, qual seja, ser o consumidor o destinatário final da fruição do bem. Informa que a linha de precedentes adotada pela Quarta e Sexta Turmas deste STJ coaduna-se com os pressupostos da teoria subjetiva ou finalista, restringindo a exegese do art. 2º do CDC ao destinatário final fático e também econômico do bem ou serviço. Apresenta ainda a teoria da Escola Objetiva que considera que a aquisição ou uso de bem ou serviço na condição de destinatário final fático caracteriza a relação de consumo, por força do elemento objetivo, qual seja, o ato de consumo. Informa também que a linha de precedentes adotada pela Primeira e Terceira Turmas deste STJ coaduna-se com os pressupostos da teoria objetiva (ou maximalista), considerando-se consumidor o destinatário final fático do bem ou serviço, ainda que venha a utilizá-lo no exercício de profissão ou de empresa. Indica a tendência jurisprudencial do STJ de prevalência da Escola Objetiva. Apresenta precedente recente (Conflito de Competência nº. 41056/SP, julgado em 23/06/2004), em que a Segunda Seção do STJ acolheu, por maioria, o conceito de consumidor direto eleito pela escola objetiva.

Andrighi, Fátima Nancy (27-07-2005)
Trata da construção da Jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça sobre Direito do Consumidor. Aponta a posição do STJ com relação às seguintes questões existentes na relação de consumo: caracterização da relação de consumo: caracterização do fornecedor e do consumidor; desconsideração da personalidade jurídica; práticas comerciais abusivas; cláusulas abusivas; temas processuais: da competência, da inversão do ônus da prova, da intervenção de terceiros, e da possibilidade de declaração, de ofício, de nulidade de cláusulas contratuais.

Andrighi, Fátima Nancy (11-2004)
Trata do acesso do idoso ao Judiciário, apontando as providências a serem tomadas pelas administrações de todos os tribunais com o objetivo de cumprir a contento o Título V do Estatuto do Idoso, que garante o acesso à Justiça. Mostra as dificuldades passadas pelos idosos quando buscam exercer seus direitos por meio do processo judicial e as formas para solucionar esses problemas.


Andrighi, Fátima Nancy (2012)

Andrighi, Fátima Nancy (2013)

Andrighi, Fátima Nancy (13-11-2002)
Trata das novas formas processuais de tutela jurisdicional. Question a eficácia das tutelas adotadas pela reforma do CPC. Defende a craiação de medidades necessárias para agilizar a solução dos litígios, mediante reforma processual. Ressalta o instituto da tutela inibitória, como um novo instrumento processual, para obtenção da efetividade do processo. Critica o conservadorismo no Direito brasileiro. Defende a descentralização das atividades do Judiciário. Cita alguns exemplos que visam a eficiência do Processo como a implantação de Núcleos de Primeiro Atendimento dos Juizados Especiais Cíveis, adotado pelo Estado do Rio de Janeiro; a instituição dos Juizados Especiais da Família, entre outros. Adverte que tanto o Juiz como o Advogado devem defender uma postura de conciliador, negociador ou mediador, visando humanizar os conflitos. Conclui defendendo que as propostas lançadas, além de trazerem agilidade ao Judiciário e evitarem o assoberbamento dos Juizados Especiais Cíveis, visam prioritariamente atender os anseios do ser humano, reduzindo, na origem, os focos de violência.

Andrighi, Fátima Nancy (19-05-2005)
O artigo trata da Emenda Constitucional 45/2004 que outorgou à Justiça do Trabalho competência material na condução dos conflitos trabalhistas. A autora apresenta os incontáveis obstáculos que deverão ser superados ate que haja ajuste e se aplique sem antolhos a nova competência material. Nesta moldura, sugere melhoria nas interpretações e enumera algumas situações processuais a serem enfrentadas.

Andrighi, Fátima Nancy (1994)
Discorre sobre a nova liquidação da sentença. Comenta a Lei n° 8.898, de 29.06.1994, que altera dispositivos do código de processo civil, relativos a liquidação de sentença. Determina a nova lei, como condição de validade do processo de liquidação da sentença, a necessidade de citação do réu para todos os seus procedimentos. Por fim, evita-se com esta disposição legal expressa que se alegue nulidade do processo por falta de citação, geralmente em grau de recurso.

Andrighi, Fátima Nancy (06-10-2000)
Examina o entendimento prevalecente na doutrina e jurisprudência quanto à natureza da prestação condominal e a responsabilidade pelo pagamento. Nesse sentido, em termos gerais sua natureza é compreendida como propter rem, ou seja, é uma obrigação de caráter misto, na medida em que a prestação é exigida de uma pessoa determinada, mas, ao mesmo tempo, nasce de uma relação com a coisa. Em outras palavras, é uma relação jurídica que se aproxima tanto do direito real, como do direito pessoal. Os encargos condominais seriam, pois, débitos vinculados ao imóvel, e a questão que surge intrincada à natureza jurídica dos encargos condominais é saber se o ônus de pagar tais cotas é de responsabilidade do proprietário ou do promitente comprador quando a unidade condominal encontra-se prometida à venda, esteja a escritura de promessa registrada ou não. Dentro disso, também analisa a responsabilidade do adquirente por despesas não pagas pelo alientante de unidade autônoma, e as questões referentes aos débitos condominais e suas relações com o bem de família, a cláusula de impenhorabilidade e a hipoteca.

Andrighi, Fátima Nancy (11-2007)
Trata do BacenJud, sistema para envio de ordens judiciais ao Sistema Financeiro Nacional via Internet, destacando a BacenJud 2, que visa ao aperfeiçoamento e à integração com o sistema das instituições financeiras para que sejam feitas sem a integração manual. Apresentando seus benefícios e mitos relacionados à implantação do sistema.

Andrighi, Fátima Nancy (2001)
Trata o presente artigo do detalhamento dos títulos de crédito, da prescrição cambial, da prescrição intercorrente. Analisa as dificuldades de interpretação de questões do direito cambiário e propoem a melhor aplicação do direito aos casos concretos.

Andrighi, Fátima Nancy (24-12-1997)
Trata sobre a pré-compreensão do ato de julgar. Comenta que no ato de aplicar a lei ao caso concreto pode o julgador colocar, diante de lacunas que devem ser preenchidas por interpretação pessoal, preconceitos e pré-compreensões sobre determinados assuntos, necessário se faz investir todo o potencial de esforço para que a parcela de fatores pessoais não venham nunca interferir e nem prevalecer no ato de julgar.

Andrighi, Fátima Nancy (2009)
Trata do inadequado atendimento realizado pelos juízes que utilizam técnicas ortodoxas, pretendendo uma modificação na mentalidade dos profissionais que consideram somente os sintomas e esquecem as causas. Propõe a implantação de um programa de mediação nas escolas, para que os alunos adquiram capacidade de solucionar seus problemas, sem a intervenção das autoridades escolares. Essa mediação nas escolas vem sendo realizada em muitos países, alcançando resultados positivos ao preparar os jovens para que resolvam seus conflitos sem precisar recorrer aos juizes de direito no futuro.

Andrighi, Fátima Nancy (2012)
Aborda a necessidade de mudanças no ensino universitário e fundamental, no que diz respeito ao paradigma do que é ensinado hoje, o processo adversarial. Enfoca que a mediação que pode ser ensinada e aprendida em nossa sociedade desde a mais tenra idade, devendo ser uma prática comum.

Andrighi, Fátima Nancy (17-09-2003)
Trata da adoção de formas alternativas de solução de conflitos pelo Poder Judiciário, enfatizando sua importância para solucionar os problemas existentes na prestação dos serviços judiciários, como a falta de acesso ao Poder Judiciário e a morosidade da Justiça.

Andrighi, Fátima Nancy (2010)
Aborda a democratização do Poder Judiciário e do papel da mediação nesse contexto. Destaca a importância da adoção da mediação no ensino regular.

Andrighi, Fátima Nancy (2006)
Comenta que o descontentamento com a demora na finalização dos processos produz efeito negativo, tanto naqueles que aguardam a resposta do Judiciário, quanto aos juízes. Examina as formas alternativas de resolução de conflitos e observa que a mediação é a que mais se destaca pelos benefícios que pode proporcionar e, por isso, deve receber maciço investimento. Aborda que as partes serão orientadas por um profissional treinado e que a figura do mediador servirá de apresentação do Poder Judiciário. Finaliza ressaltando a responsabilidade da implementação adequada da mediação.

Andrighi, Fátima Nancy (2009)
Aborda algumas novidades que surgiram com o advento do Código de Defesa do Consumidor (CDC). Comenta que, por ser geral em relação ao sistema de tutelas coletivas do CDC , a Lei da Ação Civil Pública (LACP), somente se aplica às relações de consumo no que não o contrariar. Ressalta, que, não obstante as limitações impostas pelo artigo 16, da LACP, os efeitos da sentença proferida em ação coletiva não se encontram limitados à competência territorial do órgão julgador, podendo, ao contrário, se estender a todo o território nacional. A conclusão se aplica, em especial, às relações de consumo e aos direitos individuais homogêneos.

Andrighi, Fátima Nancy (2008)
Análise do instituto da lesão no Código Civil de 2002, que até então só tinha recebido tratamento esparso em legislação específica.

Resultados 95-114 de 251 < Anterior   Próximo >